Buscar
  • Luo Pan

Vento e Água

Atualizado: 15 de Out de 2018

“Tudo aquilo que o Homem Ignora, não existe para ele. Por isso o universo de cada um se resume ao tamanho do seu saber. “ (Albert Einstein)


Esta frase foi a inspiração para trazer o texto de hoje aqui para o blog. De vez em quando deixo a quântica funcionar e revisito alguns textos que produzi durante estes anos de estudo das filosofias, ciências e artes orientais. Na “viagem” de hoje me deparei com um que fala sobre Feng Shui e me dei conta de que mesmo que essa técnica esteja no Brasil há pelo menos 50 anos, ainda é desconhecida por muita gente. Achei que seria interessante escrever um pouquinho sobre essa técnica incrível que me inspirou a ajudar o mundo inteiro (aspirações de uma nascida em ano de Serpente) a se ajustar aos fluxos de prosperidade do planeta, e quem sabe inspirar outros "alguéns" por aí, Brasil afora.

Você já percebeu que os lugares despertam sensações em si mesmo? Já

​​percebeu que em casa existem alguns pontos preferidos? Uma cadeira específica, um quarto delicioso pra ler, um cantinho na cozinha que é uma delícia de ficar... Pois é, essas sensações, esse bem estar, essa conexão que fazemos com os ambientes é objeto de estudo há milhares de anos.

Desde os primórdios o Homem tenta harmonizar seu relacionamento com o

ambiente em que vive. Os antigos chineses não permitiam a construção de casas ou abrigos para animais sobre veios d’água ou fundos de vale, por exemplo. Os romanos, por sua vez, faziam seus rebanhos pastarem durante longos períodos nos terrenos onde se pensava fundar uma cidade, pois o estudo dos fígados dos animais sacrificados lhes oferecia informações sobre a qualidade do terreno. Sabe-se também que os índios da América do Norte deixavam seus cavalos pastarem livremente e observavam com atenção seus lugares preferidos. Lugares que, naturalmente, eram eleitos para estabelecer o acampamento. Mas onde entra o Feng Shui nessa história?

O Feng Shui é praticado comprovadamente há 3 mil anos, mas há registros de materiais, livros, símbolos e textos sobre essa ciência-arte com aproximadamente 5 mil anos de idade. Os antigos chineses não passavam seus conhecimentos sobre o Feng Shui para qualquer pessoa, e nem mesmo passavam todo o seu conhecimento para seus seletos alunos, eles eram muito reservados quanto a isso, dada a importância que colocam sobre o assunto e responsabilidade exigida dos praticantes. Alguns mestres chineses levaram consigo para seus túmulos muitos segredos da técnica, o que fez com que uma parte importante do conhecimento e sabedoria se perdesse. Mas o que se sabe é de vital importância para a qualidade de vida de nós todos, como humanidade.

Traduzindo Feng Shui temos que Feng significa vento e Shui significa água.

Esses são os principais pontos de estudo do Feng Shui. Os antigos chineses consideravam um local favorável quando era protegido dos ventos e de águas violentas e era considerado ainda mais favorável se o vento e a água pudessem trazer conforto e fertilidade aos seus habitantes. O Feng Shui busca a harmonia entre a natureza e as construções, pois segundo os estudos científicos da época (e que hoje estão sendo validados por várias áreas de estudo da Física, Química e Biologia) somente estruturas construídas em harmonia com os campos de energia do Universo podem gozar de energias positivas em todo seu potencial.

O Feng Shui genuíno é um sistema analítico desenvolvido por uma tradição milenar baseada na experiência e na observação meticulosa da natureza, da paisagem, topografia em que um imóvel está inserido, também dos materiais e das formas da construção. Um projeto de Feng Shui Clássico tem como objetivo melhorar a qualidade de vida humana nos ambientes, tornar as áreas habitáveis mais confortáveis e harmônicas, e evitar a destruição do espaço natural em que ela está inserida, já que tudo é visto como integrado e o ser humano é natureza. Além de ser uma arte intuitiva e criativa é também uma ciência com equipamentos para diagnóstico, que se utiliza de fórmulas matemáticas e terminologia especializada.

Utilizando o estudo do Feng Shui é possível ter um maior entendimento dos ciclos cósmicos, das fases de energia geradas pela interação entre o Sol e a Terra e suas relações com a vida humana.

É interessante ainda ressaltar que o Feng Shui representa apenas 30% de todo o conhecimento da Escola Tradicional Chinesa, ele faz parte dos “ 8 Raios da Medicina Tradicional Chinesa”. A formação de um médico tradicional chinês segue os 8 raios abaixo:

  1. Estudo das Ervas e dos Alimentos

  2. Acupuntura

  3. Massoterapia

  4. Meditação

  5. Exercícios e Artes Marciais

  6. Moxa

  7. Astrologia e Cosmologia

  8. Feng Shui

Quando o “paciente” não reage aos primeiros 7 raios, o médico se ocupa de verificar a casa em que esse paciente vive para se certificar de que ela possua um bom Feng Shui e contribua para o processo de cura.

Fica claro que a visão ancestral chinesa de mundo considera o ser humano inserido no ambiente em que vive, sempre um como parte do outro, influenciando-se mutuamente. O ser humano é o responsável por todos os fluxos energéticos existentes nos ambientes em que circula, e quando isto é compreendido fica mais fácil viver em harmonia, em paz e com prosperidade. Portanto quando vivemos uma realidade saudável ou doente devemos levar em consideração nossa responsabilidade no quadro, e então buscar a manutenção de estados saudáveis e prósperos, ou a cura para estados de desequilíbrio e doenças não só em nós, mas em nossas casas e ambientes de trabalho. Quanto maior o envolvimento consciente das pessoas no viver com qualidade de vida, quanto mais informação e entendimento do universo físico em que vivemos, melhores os resultados que temos em nossas vidas.

Que possamos então ampliar aquele universo pessoal da frase de Einstein, aquela lá do início, através do conhecimento e assim atuar de forma mais consciente no criar de vidas e relações mais harmônicas, se não pela aplicação de técnicas como o Feng Shui, pelo despertar e a atenção aos ambientes em que vivemos.

#fengshui #fengshuichines #geomancia #geobiologia #radiestesia #Terra #prosperidade #medicinatradicionalchinesa #MTC #ervas #5elementos #ciclodos5elementos #yinyang #ventoeagua

Renata Ayra é daquelas curiosas que perde a hora na seção de idiomas e Post-Its na livraria e papelaria. Fã de viagens, cinema, música e arte, se apaixonou cedo pela cultura e ciências orientais, tanto que fez disso profissão. E como gosta de compartilhar o que aprende, de vez em quando se mete a escrever umas letrinhas aqui e alí.

Renata Ayra - Feng Shui, Astrologia Chinesa, Meditação, Programação Neurolinguística


0 visualização
  • Instagram Luo Pan
  • Facebook Social Icon
CONTATO


luopan@luopanconsultoria.com
Skype @Luopanconsultoria

Curitiba - Paraná - Brasil

  • logo_luopan-1
LUO PAN

Autoconhecimento
Feng Shui -  Astrologia Chinesa   Meditação - Ascensão 

Apometria Quântica para Ambientes - Alinhamento da Energia Pessoal
 Cursos -Oficinas - Palestras

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

© 2018 por Luo Pan Artes e Ciências Orientais. Criado com Wix.com