Buscar
  • Luo Pan

O Quarteto Fantástico do bem-estar

Nossa sensação de bem-estar e alegria está diretamente ligada ao equilíbrio dos neurotransmissores. E é totalmente possível darmos “aquela forcinha” para nosso corpo, inserindo atividades que ajudem na liberação desses hormônios. Especialmente se nos encontramos numa fase estressada ou de ansiedade e depressão (leve).

Então, que tal buscarmos liberar mais os “hormônios da felicidade” todos os dias? Topam o desafio? Se sim, vamos conhecer um pouquinho mais sobre os que eu gosto de chamar de o "Quarteto Fantástico"!

DOPAMINA

A dopamina está bem relacionada à CONQUISTA DE METAS E OBJETIVOS. Foi ela que

esteve presente quando você aprendeu a andar de bicicleta, quando conseguiu andar "sem as rodinhas". É ela que é liberada quando você é promovido no trabalho. Mas os "feitos" não precisam ser tão marcantes assim, ela também está presente quando você consegue terminar palavras-cruzadas (e jogos ou passatempos parecidos) ou quando encontra aquela vaga no estacionamento (que beleza, hein!). Também aparece quando você é recompensado por suas ações de alguma maneira e quando visita um novo parque ou uma nova cidade (olha aí a galera que é "viciada" em viajar! Dá-lhe dopamina!).

Por isso adoro usar e adoro que meus clientes usem agendas e planners (de papel!). Gente, sabe aquela lista de coisas a fazer no dia a dia (checklist)? E sabe aquele tique Ѵ que você coloca ao lado quando já fez o que tinha que fazer? São pequenas metas alcançadas! Pequenas doses de dopamina! Que vão fazer você querer “fazer mais”.

"A dopamina o energiza quando você encontra uma nova maneira de atender a uma necessidade. É o sinal do cérebro de que UMA RECOMPENSA ESTÁ A CAMINHO. Saber disso motiva o corpo a investir esforços na busca - por essa recompensa."

ENDORFINA

A endorfina gera uma sensação de prazer que mascara a dor física. É considerada, portanto, um analgésico natural, o hormônio do prazer e do bem-estar. Sexo, exercícios físicos (preferencialmente os aeróbicos de intensidade vigorosa) e dar risada (daquela de "doer a barriga") liberam endorfina.

“[...] Acredita-se que durante a atividade física os níveis plasmáticos de endorfina aumentam dependendo da intensidade do exercício, mostrando a importância da prática sadia de atividade física, acompanhada por um profissional.

[...] É importante conhecer seu nível de VO2max, que é a capacidade de captar, transportar e utilizar oxigênio por minuto (POWERS; HOWLEY, 2000).

Para saber a porcentagem certa para alcançar melhor esse patamar em que ocorre melhor a liberação de endorfina, é necessário um profissional da área capaz de avaliar esses níveis através de testes protocolados. Os níveis plasmáticos elevados de beta endorfina ocorrem a uma mesma porcentagem de VO2max tanto em indivíduos treinados quanto em não treinados. [...] Mas somente quando a intensidade do exercício ultrapassa 70% do VO2max. Além disso, quanto maior a intensidade, menor o tempo necessário para produzir a elevação (POWERS; HOWLEY, 2000).”

Eu SEMPRE faço duas perguntas para meus clientes, não importa qual a meta ou objetivo deles, não importa em qual área da vida: como anda sua alimentação? Faz atividades físicas? Gente, isso é sério! É muito importante. Nosso bem-estar e qualidade de vida estão ligados a um CONJUNTO de fatores e a alimentação e os exercícios são ESSENCIAIS.

Bom, falando da alimentação então, sabia que para produzir SEROTONINA a gente pode ajudar o corpo ingerindo alimentos com triptofano? Vamos para esse hormônio então!

SEROTONINA

É sintetizada a partir do aminoácido essencial chamado triptofano, por isso recomenda-se o consumo de alimentos ricos nesse aminoácido. Detalhe: cerca de 90% dele é

produzido no intestino, nosso segundo cérebro. Então, além de ingerir esses alimentos a flora intestinal tem que estar em dia! Se for necessário pode-se fazer uso de probióticos e prebióticos (o ideal é consultar um nutricionista para analisar seu caso). E quais são estes alimentos? Aves, peixes, leite, iogurte, queijos (laticínios em geral), nozes e castanhas, feijão, lentilha, ervilha, abacate e cacau (bendito chocolate amargo).

Bom, talvez essa informação sobre os alimentos e a serotonina não seja exatamente nova para você. Mas há outra forma de liberá-la: situações onde nos percebemos em vantagem/domínio social (é isso mesmo).

“Os mamíferos começaram a viver em grupos para se proteger dos predadores, então eles precisavam de uma maneira de os indivíduos fortes e fracos viverem lado a lado. Eles desenvolveram um cérebro que se compara com os outros constantemente. Se perceber que está em desvantagem, o cortisol é liberado e então ele se retira para evitar a dor. Se o cérebro dos mamíferos perceber que está em uma posição de força, a serotonina é liberada e aí ele – o mamífero – vai “pagar para ver” (pois existe grande chance de ganhar). Isso não significa conflito constante. Pelo contrário, os animais evitam o conflito porque só se envolvem quando esperam vencer. Geralmente, um indivíduo recua, sabendo que pode sobreviver melhor à perda desse alimento ou oportunidade de acasalamento do que sobreviver a uma lesão. O conflito só acontece quando dois indivíduos se percebem como o provável vencedor.”

Mas ninguém precisa sair por aí procurando briga (risos), a serotonina também é liberada quando nos sentimos respeitados e quando sentimos orgulho de nós mesmos.

OCITOCINA

A ocitocina (ou oxitocina) é chamada, muitas vezes, de "hormônio do amor". A sua liberação é estimulada por toques físicos, abraços, beijos, carinho, sexo e, olha só isso, pela CONFIANÇA. De acordo com pesquisas de Paul Zak, diretor do Center for Neuroeconomic Studies, as relações que implicam alguma confiança, mesmo que sem motivo à primeira vista, são impulsionadas pela liberação da ocitocina – hormônio que, até o início dos anos 2000, era descrito como criador do instinto maternal e que, atualmente, é comprovado como responsável por gerar relações de confiança de qualquer tipo e com qualquer pessoa.

É a oxitocina quem nos diz em quem confiar e quando ficar desconfiado, quando gastar e quando poupar. “O nível de confiança dentro de uma sociedade determina se essa sociedade prospera ou se mantém na miséria”. Para ele, são as sociedades nas quais os indivíduos conseguem reforçar contratos, confiar no profissionalismo alheio e acreditar que o outro não vai roubá-lo que têm mais potencial para o desenvolvimento econômico. E a oxitocina está diretamente envolvida nessa confiança mútua.

"Abraçar libera oxitocina, assim as pessoas se sentirão mais próximas a mim. Um dos inibidores da liberação de oxitocina é o medo. Então, se não sei o que você vai fazer, com o que você se importa, há menos chances de que eu libere oxitocina. Transparência é muito importante. Seja aberto, honesto e não minta."(Paul Zak).

Bom, os benefícios da honestidade vão muito além da liberação de ocitocina, né gente? Gostaria de finalizar com perguntas (seja honesto consigo mesmo): você tem feito tudo que está ao seu alcance para ter uma vida mais harmônica e feliz? Você consegue superar a preguiça e a procrastinação? De 0 a 10, quão satisfeito está com a sua vida?

Eu espero que você esteja MUITO satisfeito! E se não estiver pense nas mudanças que podem ser feitas! Tem duas coisas que a gente não pode ficar em qualquer dia: um bom banho (alguns dirão um bom café!) e motivação! #coaching #vida #felicidade #bemestar #cérebro #conquistas #metas #disposição #saúde #mentesaudável #neurotransmissores *Compilado e adaptado das seguintes fontes:

http://www.efdeportes.com/efd179/beneficios-da-endorfina-atraves-da-atividade-fisica.htm

https://innermammalinstitute.org/

https://www.fronteiras.com/videos/o-poder-da-ocitocina-na-construcao-da-confianca

https://veja.abril.com.br/ci…/oxitocina-a-molecula-da-moral/

Michelle é coach de Vida, ama o sol, as flores e toda a bicharada. Tem o hábito quase incontrolável de ver um bom negócio em quase toda oportunidade. Acredita que estamos aqui para sermos felizes e evoluirmos. E nunca recusa um convite dos amigos para jantar fora ou tomar um bom café!

Michelle Araújo Dall’Agnol – Sabbatique Coaching contato@sabbatiquecoaching.com.br

41 9 9982-9366 / sabbatiquecoaching.com.br

Instagram (cheio de postagens legais!): @sabbatiquecoaching

119 visualizações
  • Instagram Luo Pan
  • Facebook Social Icon
CONTATO


luopan@luopanconsultoria.com
Skype @Luopanconsultoria

Curitiba - Paraná - Brasil

  • logo_luopan-1
LUO PAN

Autoconhecimento
Feng Shui -  Astrologia Chinesa   Meditação - Ascensão 

Apometria Quântica para Ambientes - Alinhamento da Energia Pessoal
 Cursos -Oficinas - Palestras

RECEBA NOSSA NEWSLETTER

© 2018 por Luo Pan Artes e Ciências Orientais. Criado com Wix.com